Blog Posts

Manual Eficiência Energética

Encontra-se em anexo o documento digital do Manual de Eficiência Energética.

Para aceder basta premir no link seguinte Manual Eficiencia Energetica

Ler mais
Categorias: Artigos

Resultados Finais Concurso “Eficiência Energética Solidária”

Após as 4 reuniões de divulgação de resultados do projeto  (Seixal, Moita, Izeda e Mealhada) a AREAC, promotora do projeto, vem por este meio divulgar a lista dos vencedores.

 

A candidatura previa um prémio de 5000 € + IVA aos três primeiros classificados para serem utilizados em equipamentos de iluminação.

No entanto, devido ao empenho verificado por muitas das IPSS que finalizaram o concurso, a AREAC decidiu, conjuntamente com os parceiros do projeto, atribuir uma pequena menção honrosa de 100 € + IVA às IPSS posicionadas entre o 4º e o 10º lugar.

 

Classificação:

1º – Fundação Otília Pessoa Murta Lourenço e marido Dr. José Lourenço Júnior
2º – Centro Social Paroquial Nossa Senhora das Virtudes de Ventosa
3º – Associação Externato Santa Joana
4º – Obra D. Josefina da Fonseca de Protecção à Criança e Formação Doméstica
5º – Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros
6º – AURPIA – Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Amora
7º – Centro Social Paroquial de Izeda
8º – NECI – Núcleo Especializado para o Cidadão Incluso
9º – Centro de Dia de São Silvestre de Escalos de Baixo
10º – Irmandade da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro

 

Para finalizar, agradecer a todas as 61 IPSS’s que integraram este projeto, bem como aos nossos parceiros que ajudaram a desenvolver este projeto (S.ENERGIA, AMESEIXAL, Cascais Ambiente e Energia Lateral).

 

 

 

 

Ler mais
Categorias: Artigos
Regulamento

Regulamento 3ª Fase

O projeto Eficiência Energética Solidária prevê a atribuição de 3 prémios, no valor de 5.000,00 Euros cada, em medidas de eficiência energéticas para implementar nas 3 IPSS vencedoras.

As 60 IPSS selecionadas na fase 2 terão direito a concorrer a este prémio, através da concretização de Planos de Poupança de Energia Elétrica da IPSS que serão avaliados no final do prazo de implementação deste regulamento.

O concurso destina-se ás 60 Instituições Particulares de Solidariedade Social selecionadas

Tarefas das IPPS selecionadas

  1. Participar numa formação e visita a realizar pela agência de energia à sua instalação
  2. Realizar um levantamento das necessidades de energia elétrica das suas instalações, procurando:
    o Caracterizar os consumos de energia elétrica mensais em kWh e euros;
    o Realizar um levantamento do tipo e quantidade de equipamentos responsável pelo consumo de energia elétrica na instituição;
    o Caracterizar o perfil de consumo diário e semanal com os dados obtidos com recurso ao sistema de monitorização obtido com a passagem à 2.ª Fase;
    o Identificar medidas a serem adotadas no edifício da IPSS, com vista a promover a melhoria da eficiência energética;
    o Elaborar um Plano de Poupança de Energia Elétrica da IPSS (modelo disponibilizado posteriormente pela agência de energia local aquando da visita e formação à IPSS).

Prazos A fase decorrerá entre 01 de março de 2018 a 31 de julho de 2018.

Avaliação As IPSS que elaborarem os planos de racionalização energética das suas instituições, verão os seus relatórios submetidos a uma avaliação, que obedecerá aos seguintes critérios:

Critério de Avaliação

  • Preencheu na íntegra o Plano de Poupança de Energia Elétrica da IPSS
  • Preencheu parcialmente o Plano de Poupança de Energia Elétrica da IPSS
  • Não Preencheu o Plano de Poupança de Energia Elétrica da IPSS 0
  • Participação na formação/visita à IPSS
  • Não participação na formação/visita à IPSS
  • Instalação do equipamento de monitorização 100
  • Não foi feita a instalação do equipamento de monitorização 0
  • Uso do manual e materiais disponibilizados
  • Fixação da documentação de participação na presente medida
  • Não foi fixado o documento de participação na presente medida
  • Demonstração da gestão da IPSS de comprometimento com gestão de energia: definição de estratégias e sobretudo forma das implementar
  • Fator de majoração: Caso a IPSS apresente poupança energética entre Março de 2016 a Março de 2018, obterá uma majoração à pontuação obtida na tabela acima. Poupança até 10%; Poupança de 11 até 20%; Poupança superior a 21% 0,6

Divulgação dos resultados

Os resultados das 3 IPSS vencedoras será revelado num evento, com data e local a revelar posteriormente, com sessão de cerimónia e entrega de prémios.

Prémios

Serão atribuídos3 prémios, no valor de 5.000,00 Euros cada, em medidas de eficiência energéticas para implementar nas 3 IPSS vencedoras.

Júri

O júri será anunciado no início do concurso a 1 de Março de 2018.

Regulamento Eficiencia Energetica Solidaria Fase 3

Ler mais
Categorias: Sobre o Projecto

Selecão das 60 IPSS do Concurso Eficiência Energética Solidária

Seguindo o regulamento do concurso Eficiência Energética Solidária, foram selecionadas 60 IPSS que prosseguirão para a 2ª fase do projeto. A seleção foi feita de acordo com a quota do nº de instituições por agência de energia e por nível de consumo. Durante o mês de Outubro a organização do projeto Eficiência Energética Solidária irá indicar no site do projeto os procedimentos do concurso que culminará com a seleção das 3 melhores IPSS e atribuição dos prémios respetivos.

A lista das IPSSs selecionadas está abaixo.

A Cargo da Agência AREAC

  • Centro de Assistência Paroquial de Pampilhosa
  • Centro Social da Freguesia de Casal Comba
  • Centro Social da Paróquia de S. Romão de Arões
  • Centro Social Paroquial de Requião
  • Centro Social da Paróquia de S. Martinho de Pousada de Saramagos
  • Centro Social Paroquial de Izeda
  • Santa Casa da Misericórdia de Bragança
  • Centro Social Paroquial dos Santos Mártires
  • Centro Social Paroquial de Pombal
  • APPACDM de Mirandela
  • Centro de Dia de São Silvestre de Escalos de Baixo
  • Associação de Desenvolvimento, Progresso e Vida da Tocha
  • Centro Solidariedade Social Adémia
  • Casa do Povo da Abrunheira
  • Obra D. Josefina da Fonseca de Protecção à Criança e Formação Doméstica
  • Associação Quinta das Pontes
  • Associação Cultural Desportiva e de Solidariedade da Freguesia da Vinha da Rainha
  • Associação Cultural Recreativa Defesa e Propaganda de Ázere (ACUREDEPA)
  • Fundação Otília Pessoa Murta e marido Drº José Lourenço Júnior
  • Fundação Centro Social de Bem Estar de S.Pedro de Rates
  • Centro Social e Paroquial de Vilarinho
  • Associação de Assistência Nossa Senhora das Candeias
  • Santa Casa da Misericórdia do Peso da Régua

 

A Cargo da Agência S.Energia

  • Creche Popular do Monte de Caparica
  • Centro Social Paroquial Padre Ricardo Gameiro
  • Centro Social Paroquial e Nª Sª das Virtudes de Ventosa
  • MSV-Movimento ao Serviço da Vida
  • Associação Dr. João dos Santos
  • Centro Social Paroquial de Moita dos Ferreiros
  • Associação para o Desenvolvimento Social e Comunitário de Santarém
  • Irmandade da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro
  • SDUB – Os Franceses
  • Creche e Jardim de Infância de Grândola
  • Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros
  • Centro de reformados e Idosos do Vale da Amoreira
  • Centro dos Reformados e Idosos da Baixa da Banheira – CRIBB
  • CERCIMA – Cooperativa de Educação e Reabilitação do Cidadão Inadaptado de Montijo e Alcochete
  • Santa Casa da Misericórdia do Montijo
  • Fundação COI
  • Casa do Povo de Alvalade
  • Associação Externato Santa Joana
  • Liga dos Amigos da Terceira Idade
  • Centro Paroquial Nossa Senhora da Anunciada
  • Santa Casa da Misericórdia de Canha

A Cargo da CascaisAmbiente

  • Centro de Desenvolvimento Comunitário do Landal
  • TorreGuia – Cooperativa de Solidariedade Social, Crl
  • Centro Paroquial do Estoril
  • IDEIA – Instituto para o Desenvolvimento Educativo Integrado na Acção
  • AISA – Associação de Apoio Social Nossa Senhora da Assunção
  • Associação das Aldeias de Crianças SOS de Portugal – Aldeia de Crianças SOS de Bicesse

A Cargo da Agência AMESeixal

  • AURPIA – Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Amora
  • Associação Unitária de Reformados Pensionistas e Idosos da Torre da Marinha
  • Centro Paroquial de Bem Estar Social de Fernão Ferro
  • Centro Humanitário do Estuário do Tejo – Cruz Vermelha Portuguesa
  • Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Arrentela
  • Centro Paroquial de Bem Estar Social de Arrentela
  • AURPIC – Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Corroios
  • AURPIS – Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal
  • ARIFA – Associação dos Reformados e Idosos da Freguesia de Amora
  • NECI – Núcleo Especializado Cidadão Incluso
  • Casa do Povo de São Bartolomeu de Messines
Ler mais
Categorias: Sobre o Projecto

Lista de IPSSs Piloto

Abaixo indicada a lista das 10 IPSSs que fazem parte da fase inicial do projecto. Estão a ser feitos diagnósticos energéticos nestas IPSSs de forma a identificar padrões de consumo e sobretudo medidas de eficiência energética que possam ser aplicadas ao setor em geral.

  • Santa Casa da Misericórdia de Alhos Vedros
  • Irmandade da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro
  • Santa Casa da Misericórdia do Montijo
  • AURPIC – Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos de Corroios
  • AURPIS – Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal
  • ARIFA – Associação dos Reformados e Idosos da Freguesia de Amora
  • ACUREDEPA – Associação Cultural Recreativa Defesa e Propaganda de Ázere
  • Centro de Solidariedade Social Adémia
  • Casa do Povo da Abrunheira, Montemor-o-Velho
  • Centro de Assistência Paroquial da Pampilhosa, Mealhada
Ler mais
Categorias: Sobre o Projecto

Como irão ser selecionadas as instituições para o Concurso?

Serão selecionadas Instituições Particulares de Solidariedade Social com atividade dirigida a idosos, crianças ou pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência.

Existe um limite de instituições participantes por região, sendo 22 instituições da região centro e norte, 6 região lisboa e 32 sul do país.

É necessário cada instituição:

  1. Ter pelo menos 3 anos de atividade e não apresentar dívidas à Autoridade Tributária e Segurança Social.
  2. O fornecimento de energia elétrica ser em regime de BTE – Baixa Tensão Especial, ou MT – Média Tensão.
  3. Inscrever-se na plataforma online e aguardar confirmação de ter sido selecionada.
  4. Participar nas formações, e realizar o plano de racionalização de energia para a Instituição (PRE).
  5. Ter participado e cumprido o regulamento 60 A2 V1.
  6. O plano de racionalização a apresentar pela instituição será alvo de avaliação perante um júri.

Os planos de racionalização das instituições irão ser avaliados por um júri e selecionadas as 3 IPSS vencedoras.

Não deixe de consultar o regulamento completo para esta fase.

 

 

Ler mais
Categorias: Sobre o Projecto
Eficiência energética solidária - Fases do projecto

Fases do projecto

O projecto encontra dividido em 4 Fases:

Fase 1: Projeto Piloto
15 de Maio a 30 de Junho de 2017

Fase 2: Inscrição Concurso
15 de Maio a 15 de Setembro de 2017

Fase 3: Diagnósticos e Planos de Redução Energia
De 01 de Março 2018 a 31 de Julho 2018

Fase 4: Conclusão
Até 30 de Outubro 2018

Descarregue aqui o Mapa das Fases do Projecto

 

Ler mais
Categorias: Sobre o Projecto

Projecto Eficiência Energética Solidária

Esta iniciativa da AREAC, Agência de Energia do Centro e seus parceiros é financiada pelo PPEC 2017-2018 da ERSE e irá contar com participação de Instituições / IPSS a nível nacional.

Na primeira fase a medida irá ter participação de 10 instituições para um projeto piloto que tem como objetivo aferir boas praticas de gestão de energia em Instituições. Irão ser instalados sistemas de gestão de energia e elaborados diagnósticos energéticos.

Numa segunda fase irão participar um total de 60 instituições. Estas instituições serão selecionadas e serão convidadas a participar no projecto que implicará o desenvolvimento de um diagnóstico e plano de redução de consumos. As instituições irão receber um sistema de monitorização de energia simples.

O concurso irá premiar as 3 melhores IPSS com vales de compra de material de eficiência energética com um valor de 5.000€ cada.

Pretende-se que os resultados do projetos sejam replicados posteriormente nas restantes instituições existentes no país.

Conheça tudo sobre este projecto e sobre as 4 fases que o compõem.

Ler mais
Categorias: Sobre o Projecto